TheBestofLambada05_YuriAmaral.jpg_860

Infelizmente, ainda encontro muito zoukeiro que não gosta de creditar a origem da dança zouk no Brasil à lambada. Claro que isso é um absurdo, porque não resta dúvida de que o zouk dançado hoje no Brasil tem sua origem lá atrás (ainda nos anos 80) quando a lambada começou a estourar em Porto Seguro e de lá ganhou o mundo.

Se você curtiu essa época ou tem curiosidade para conhecer um pouco mais da lambada, a dica é ficar atento à programação do Palco Largo do Arouche na Virada Cultural 2013, que acontece em São Paulo de 18 a 19 de maio, ou seja, neste próximo final de semana. Montado na Rua do Arouche, próximo à Estação República do Metrô, o palco receberá grandes nomes da lambada a partir das 21hs de sábado.

Na programação, estão confirmados shows com Sara Jane (21hs), Sidney Magal (23hs), Kaoma (01h) e Luiz Caldas. E o melhor: tudo na faixa. Para ver a programação completa da Virada Cultural em SP, clique aqui.

E já que estamos falando de lambada, ficou pronto o documentário “The Best Of Lambada”, dirigido pelo paulista Yuri Amaral. São 24 minutos de memórias e histórias da lambada, contadas por quatro personagens que tiveram papel de protagonista no movimento: a cantora Loalwa Braz (vocalista do grupo Kaoma) e três dançarinos de Porto Seguro que rodaram o mundo: Marilei da Silva e os irmãos Brás e Didi dos Santos (foto abaixo). O documentário já vem sendo exibido em festivais e eventos de curtas pelo Brasil. Estou louco para ver!

Brás, Didi e Marilei dançarinos de lambada