Aproveitando que ontem postei vídeos do show (e a entrevista) com a cantora Gama, resolvi entrar hoje no túnel do tempo para relembrar os shows internacionais que já passaram pelo Carioca Club. Tudo começou em novembro de 2007, quando minha querida amiga Priscila Rangel, trouxe o cantor Kaysha, para a alegria de brasileiros e africanos. Bem, naquela época, o blog Planet Zouk nem existia, mas lembro que fui prestigiar o show, mesmo trabalhando na saudosa TAAG nas noites de quinta-feira. Passados quase quatro anos da visita de Kaysha, posso afirmar que ele foi o artista internacional a registrar com mais detalhes sua passagem pelo País. O vídeo acima, que pertence ao arquivo pessoal do cantor, mostra várias curiosidades sobre os dias que ele passou no Brasil. É um pouco longo, mas incrível e rico em detalhes.

Dado o pontapé inicial, as atrações internacionais passaram a se tornar constantes. Conversando com os cantores, percebi que havia uma curiosidade imensa em descobrir a nossa dança e os fãs brasileiros do ritmo zouk. E como a propaganda sempre foi a alma do negócio, os cantores que se apresentavam no Carioca Club (e outros palcos brasileiros) começaram a espalhar para os amigos de profissão o quanto era bacana tocar por aqui.

Na esteira de Kaysha, vieram Nichols e Heavy H, além de Gilyto. Em outubro de 2008, fomos brindados com dois shows, que foram muito marcantes: Nelson Freitas (para mim, um dos melhores cantores de zouk da atualidade) e TC (banda que me surpreendeu no palco e que retornaria posteriormente ao Carioca com dois de seus músicos). Poucos meses antes destes dois shows, nascia o Planet Zouk, que passou a acompanhar de perto todas as apresentações no Carioca Club, entrevistando com exclusividade os artistas que por lá passaram.

Abaixo, vocês relembram todas as entrevistas internacionais que fiz para o Planet Zouk, seguindo a ordem cronológica dos shows. Pela ordem, vocês conferem TC (gravada em Brasília durante o 3º Cizoub), Johnny Ramos, Suzanna Lubrano (cujos vídeos estão entre os mais acessados da história do Planet Zouk), Gil Semedo (em parceria com meu amigo Dj Mané; foi a entrevista que mais me emocionou, talvez por ter me deixado levar pelo lado fã) e Gaby Fernandes (vocalista dos Irmãos Verdades). Agora, que venham os próximos!